O Ministério da Educação e Banco Mundial juntos pela Educação em Timor-Leste

Dili, 7 de Setembro de 2012. O Ministério da Educação da República Democrática de Timor Leste em cooperação com o Banco Mundial lançou 3 projetos de Educação com o objetivo de melhorar o acesso à Educação e beneficiar a 300.000 estudantes e 10.000 professores na área do Ensino Básico. Os projetos são suportados pelo Banco Mundial e financiados pelo Governo Australiano.

Durante a cerimónia foi destacado que, em Timor-Leste, 90% das crianças matricularam-se nas escolas. Em 2010, três quartos do total das crianças completaram os seus estudos na Escola Básica. Em 2001-2007 o nível de literária foi de 70% entre 15-24 dos estudantes Timorenses.

Mesmo com este progresso, a qualidade é um desafio muito importante, que exige o nosso país. As crianças que entram na escola com menor idade escolar tendem a ser reprovadas nos seus exames.

O Banco Mundial prometeu que vai suportar o setor da Educação para melhorar a qualidade da Educação em todo território de Timor Leste.

O Banco Mundial reconhece que é muito importante investir no setor da Educação para a futura geração e para o desenvolvimento nacional, principalmente para uma nação com população constituída, em sua maioria, de jovens.

Nesses 3 projetos de apoio à Educação, além do Ensino Recorrente também serão contemplados recursos para reforçar a gestão do Ministério da Educação no que se refere ao aumento de Centros Comunitários de Aprendizagem em todo o território, com a participação da comunidade e para o desenvolvimento da Educação de adultos através da Educação Não Formal, assim como, para capacitação dos professores e aumentar a capacidade Institucional do Ministério da Educação em seu plano Estratégico.

Em Timor Leste, o Banco Mundial tem apoiado a área da Educação no que diz respeito a treinamentos, financiamento de programas e apoio técnico desde o ano de 2000.

O apoio do Banco Mundial, nos últimos anos, tem sido especialmente para a área da expansão do acesso à Educação Básica e Secundária Geral através das facilidades nas escolas, matérias de aprendizagem, incluindo, reforçar a qualidade de ensino através de treinamento de professores e no desenvolvimento de Currículos.

Os 3 projetos serão suportados pelo Banco Mundial e financiado pelo Fundo de Associação de Desenvolvimento Internacional (AID), do Governo da Austrália, com o montante de USD 10.8 milhões, que será implementado entre 3 a 5 anos.