O Ministério da Educação e Banco Mundial juntos pela Educação em Timor-Leste

Dili, 7 de Setembro de 2012. O Ministério da Educação da República Democrática de Timor Leste em cooperação com o Banco Mundial lançou 3 projetos de Educação com o objetivo de melhorar o acesso à Educação e beneficiar a 300.000 estudantes e 10.000 professores na área do Ensino Básico. Os projetos são suportados pelo Banco Mundial e financiados pelo Governo Australiano.

Ministério da Educação garante e assegura os Materiais dos Exames Nacionais com o apoio PNTL

Dili, 05 de Setembro de 2012. “Eu acompanhei o serviço da equipa que trabalhou com credibilidade, honestidade e experiência a quem o Ministério depositou confiança para a elaboração e preparação de exames nacionais para o período do ano letivo de 2012. “o Ministério da Educação garante e assegura os materiais do exame nacional desde a preparação até o final, com segurança prestada pelos membros da PNTL. ”Essas palavras foram proferidas pelo Vice-Ministro da Educação do Ensino Secundário, Virgílio Simith, no seu Gabinete, em Vila Verde.

O V Governo Constitucional vai dar continuidade ao Programa do Governo anterior nos próximos 5 anos

Lospalos, 22 de Agosto de 2012. A Vice-Ministra da Educação para o Ensino Básico e Pré-Escolar, Sra. Dulce de Jesus Soares, durante a Cerimónia da Inauguração da Escola No. 3, do 1o e 2o ciclos, no dia 22/08/2012, em Lospalos, informou que o Ministério da Educação, vai dar continuidade, nos próximos 5 anos, ao programa do IV governo, no tocante a melhoria da qualidade da Educação em Timor-Leste.

Companha STAT entregou uma nova escola para o Ministério da Educação

Venilale, 19 de Agosto de 2012. O Governo enfrentou várias dificuldades depois da Restauração da Independência em 2002, principalmente na reconstrução de escolas, porque todas elas encontravam-se em áreas remotas e em péssimas condições . Em algumas partes do território as comunidades esperavam que as escolas fossem reconstruídas pelo Governo, mas em outras, a população preocupava-se com o futuro dos seus filhos. Neste último caso, está a do Suco de Uai-laku, Aldeia Liabala, Sub-Distrito Venilale, que tomou a iniciativa de construir uma escola, usando apenas folhas de palmeira.

Pages